The Cure brinda público carioca com show de mais de 3 horas

Por Daniel Accioly

Robert Smith Foto Patrick RochaDivulgação HSBC Arena

Uma viagem ao (bom) passado. Essa foi a noite de ontem no Rio de Janeiro. A banda inglesa The Cure teve um verdadeiro encontro com a heterogênea platéia que foi prestigiar sua apresentação no HSBC Arena, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste da cidade. O grupo compensou uma espera de 17 anos desde o último show na cidade com um show de mais de 3 horas de duração, com setlist de 40 canções, com direito aos principais hits.

Robert Smith, evidentemente mais velho e mais pesado, mas de forma alguma, menos cativante e desenvolto, conduziu com autoridade o público que mesclava cinquentões e jovens que não viram o boom da banda. Com batom vermelho, sombra preta e jaqueta de lantejoulas, Smith – junto com Jason Cooper, Roger ´O Donnell, Simon Gallup e Reeves Gabrels – abriu a turnê brasileira com a música “Open”, seguida de “High” e “The end of the world”. O encerramento foi com “10:15 Saturday Night” e  “Killing an arab”. O show, que teve início  às 22h e terminou por volta de 1h30, levou ao delírio os milhares de fãs presentes.

O ponto alto ficou por conta do maior sucesso da banda,  “Boys Don’t Cry”. O carinho foi agradecido com um singelo e tímido “Obrigado” dito pelo cantor.De volta à América Latina após um longo jejum, a banda – que tem mais de 35 anos de carreira, se apresenta neste sábado (6), em São Paulo, na Arena Anhembi. Os ingressos variam de R$ 275 a R$ 500 e podem ser adquiridos através do site livepass.com.br

Veja o setlist do The Cure no Rio:

“Open”
“High”
“The end of the world”
“Lovesong”
“Push”
“In between days”
“Just like heaven”
“From the edge of the deep green sea”
“Pictures of you”
“Lullaby”
“Fascination street”
“Sleep when I’m dead”
“Play for today”
“A forest”
“Bananafishbones”
“Shake dog shake”
“Charlotte Sometimes”
“The walk”
“Mint car”
“Friday I’m in love”
“Doing the unstuck”
“Trust”
“Want”
“The hungry ghost”
“Wrong number”
“One hundred years”
“End”
“Plainsong”
“Prayers for rain”
“Disintegration”
“Dressing up”
“The lovecats”
“The caterpillar”
“Close to me”
“Hot hot hot !!!”
“Let’s Go to Bed”
“Why can’t I be you?”
“Boys Don’t Cry”
“10:15 saturday night”
“Killing an arab”

* Com informações de G1

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s