Funk ostentação tem sua história contada em documentário no YouTube

Por Fernanda Paixão

Funk Ostentação; Imagem: Divulgação

Podendo ser comparado ao hip hop americano pela apologia a carros, roupas e grifes famosas em geral com forte presença de letras sobre sexo, o funk ostentação surgiu em São Paulo por volta de 2008. Com a pouca divulgação sobre a história do gênero, Konrad Dantas e Renato Barreiros se uniram para dirigir o documentário “Funk Ostentação – O Filme”. Segundo Renato, este é o maior fenômeno de massa da cultura brasileira atualmente.

Foram três meses de gravação do média-metragem de cerca de 36 minutos. Lançado no dia 12 de novembro no Youtube, o documentário veio com a expectativa de disseminar o estilo musical para a mídia, como aconteceu com o sertanejo universitário, e promover os MCs, que contam apenas com divulgação e apresentações ao vivo, muitas vezes descartando gravação em estúdio.

Não podendo ser consumido em forma de CDs, download ou nas rádios, o funk ostentação utiliza poucos recursos – como clipes postados no YouTube, por exemplo -, mas alcança um grande público. Um show de um MC em alta pode lotar o ambiente com um público de 1.000 pessoas, e às vezes se desdobram entre 5 apresentações em uma mesma noite.

Primeiro estilo de funk criado fora dos limites do Rio de Janeiro, o funk ostentação veio como o ritmo que do contrário de outros como o proibidão, tem a riqueza como foco central de suas letras. Com isso, comumente essas músicas exaltam marcas como Honda, Nike, Chandon e Rolex – mas nem por isso os diretores do documentário tiveram sucesso ao solicitar patrocínio a qualquer uma delas.

Veja abaixo o documentário “Funk Ostentação – O Filme”:

* Com informações de Ig

Um pensamento sobre “Funk ostentação tem sua história contada em documentário no YouTube

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s